O meu primeiro livro de artista

Conclui e apresentei ontem o meu primero livro de artista, que consiste num conjunto de trabalhos que me identificam, num formato de livro, ou não, viável nos mais variados formatos e recorrendo a qualquer material.

Escolhi para este meu livro de artista a fotografia analógica e muito particularmente as provas de contacto dos negativos (que serve unicamente para perceber a qualidade da fotografia e quais os tempos a aplicar em cada uma delas posteriormente na amplação/revelação). Com este livro de artista pretendiase uma autobiografia, um livro que de qualquer forma, directa ou indirectamente, nos identificasse não obrigatóriamente nas caracteristicas fisicas mas a principalmente nas caracteristicas psicológicas e intelectuais.

Assim sendo, optei pela fotografia analógica porque é uma verdadeira paixão e escolhi evidenciar o processo de revelação, tudo o que é feito antes da fotografia final, através das provas de contacto, para fazer pensar em todo o trabalho de laboratório que é necessário para a revelação de uma fotografia analógica e, cujo processo é esquecido e desvalorizado pelo observador quando tem apenas a fotografia final na mão. Desta forma faço transparecer não só a ideia da intensão retratada no processo como também a importancia dos “meios” quando pretendemos atingir um fim.

O meu livro de artista é composto por 200 fotografias em tamanho pequeno, de negativo, todas da minha autoria. São 200 provas de vários rolos, a preto e branco, que eu mesma fotografei e revelei, não só a pelicula como também as provas de contacto usadas. Todo o trabalho neste livro de artista é portanto meu.

Espero sinceramente que gostem !!

(As 200 fotografias encontram-se recortadas duas a duas em cada uma das 100 tiras de papel, que se encontram por sua vez dento de um saquinho, como podemos observar na figura, (com o intuito de transmitir uma ideia mais femininista e de demonstrar a própria protecção e a próximidade que eu tenho à fotografia analógica). Por fim, é tudo colocado e apresentado, dentro da caixinha de papel beije, igualmente feita por mim, que completa o meu livro de artista despertando o mistério e a coriosidade paralelas na fotografia)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: